Respiração e condicionamento

by | May 21, 2018

 

Colocamos um post sobre Respiração no Insights ! Então aqui está uma primeira idéia de como foi implementado.

Depois de ficar sem fôlego subindo uma rua, soube que era hora de levar a sério meu condicionamento e capacidade . E,  eu sabia que era o momento perfeito para desenvolver um trabalho de respiração e meditação para facilitar e acelerar a um melhor condicionamento performance.

Agora, pensando em vídeos e cursos/seminários que estão por vir  , eu falo sobre mecânica respiratória, “resetar” processo respiratórios, ​​- mas isso é apenas a superfície.

Voltando  objetivo era parar o menor número de vezes possível e ser capaz de regular minha respiração. ( Semana sem peso , com peso e depois mais peso)

Protocolo de Respiração: Semanas 1-3

Meus padrões de respiração eram diferentes para a subida e para a descida. Para a subida, era  sobre regular minha respiração e tentar não  respirar pela boca (despejo de CO2). Para a descida, foi  sobre empurrar meus limites com a respiração segurando e realmente me concentrar no controle da respiração e como isso afeta o ritmo cardíaco.

Protocolo Respiração Ascendente: (Alta Intensidade)
5 Respirações = Nasal / Nasal
5 Respirações = Nasal / Boca
5 Respirações = Boca / Boca

Protocolo Respiração Descendente: (Recuperação)
5 Respirações – Nasal / Nasal
20-30 Passos Segurando a respiração (tolerância ao CO2)
Repetir

Consegui regular minha respiração em ambos os sentidos e meu ritmo cardíaco diminuiu com o protocolo de respiração de recuperação, em que consegui acertar confortavelmente de 20 a 30 passos enquanto segurava a respiração.

Eu me senti incrível quando terminei e pude sentir imediatamente como meu corpo respondia aos protocolos controlados  respiratório. Mesmo quando a intensidade do treinamento era alta, se você estivesse focando em um protocolo de respiração específico, isso manteria sua mente calma e fora do modo de pânico.

Protocolo Respiratório: Semanas 4-6

Mesma colina, condicionamento diferente.

Durante as primeiras 3 semanas medindo a frequencia cardiaca  e durante as semanas 4-6. Os resultados, são muito diferentes. Nas primeira com um pico de  166bpm e a outra de 88bpm

Embora eu entenda que existem muitos fatores que contribuem para o estado de prontidão de cada sessão – até mesmo uma recuperação em sessões de treinamento anteriores, quantidade de sono, nutrição atual, hidratação, etc. – Você pode reconhecer claramente o resultado do trabalho respiratório. se estiver fazendo.

Meu controle da respiração é muito melhor, mesmo quando a intensidade é alta, e eu sou capaz de permanecer com um bpm mais baixo zona-2 por mais tempo durante as semanas 4-6.

Protocolo Subida: (Alta Intensidade)
Todas as Respirações Nasais / Nasais (Apenas Nasais)

Protocolo Descida: (Recuperação)
3 Respirações – Apenas Narina Direita (Inalar Longo / Longo Expirar)
3 Respirações – Apenas Narina Esquerda (Inalar Longo / Longo Expirar)
3 Respirações – Ambas Narinas / Apenas Nasal (Inalar Longo / Longo Expirar)
30 Passos segurando respiração (Tolerância CO2)
Repetir

A outra grande diferença nas semanas 4-6 foi que eu fui capaz de fazer todo o caminho com a respiração apenas nasal e não perdi nenhum dos 30 passos de respiração descendo após o 3/3/3 protocolo apenas nasal!

Esta foi uma grande melhoria na minha capacidade de controlar a minha respiração  e prender a respiração por períodos cada vez mais longos de tempo.

Esses protocolos simples fornecem uma introdução passo a passo ao trabalho respiratório controlado e padrões de respiração mais profundos. Comece a brincar com o seu trabalho de respiração simplesmente mantendo a boca fechada durante os seus aquecimentos ou enquanto estiver fazendo seu condicionamento de baixa intensidade e longa duração – e veja onde você está atualmente com sua capacidade aeróbica. Então você pode começar a fazer da respiração uma prioridade desde a sua base.

%d bloggers like this: